Brasil

Griner usou cannabis medicinal para tratar lesões, afirma defesa

A equipe de defesa da jogadora de basquete norte-americana, Brittney Griner, detida na Rússia sob acusações de porte de drogas, argumentou no tribunal nesta terça-feira (26) que ela havia usado cannabis medicinal para aliviar a dor de lesões, como muitos outros atletas internacionais de elite.

Griner, estrela da WNBA, que jogou na Rússia durante o período sem atividade da liga nacional de basquete feminino dos EUA, foi detida no aeroporto de Moscou em 17 de fevereiro com cartuchos de vape contendo óleo de haxixe em sua bagagem. A maconha medicinal é ilegal na Rússia.

Ela pode receber uma sentença de até 10 anos de prisão, em um caso que destacou as relações acirradas entre Rússia e Estados Unidos, em um momento de alta tensão por causa da intervenção militar de Moscou na Ucrânia.

Um especialista em narcologia convocado pela defesa argumentou que o cannabis medicinal é muito usado para tratar atletas em lugares onde é legal e geralmente tem menos efeitos colaterais do que outros analgésicos.

“Com uma receita em vigor, Brittney pode ter usado com propósitos medicinais, e não recreativos”, disse a advogada Maria Blagovolina, sócia do escritório de advocacia Rybalkin, Gortsunyan, Dyakin and Partners.

A bicampeã olímpica, que pediu ao presidente norte-americano, Joe Biden, que assegure sua libertação, se declarou culpada, mas negou que tenha tido a intenção de violar a lei da Rússia.

* É proibida a reprodução deste conteúdo. 

Veja na fonte oficial – IMG Autor




Mostrar mais

CMIO

Conselho de Mídia Independente - Grupo independente, de atuação jornalística; baseado em SP. Replica e elabora conhecimentos e assuntos de utilidade pública.

Artigos relacionados

Adblock Detected.

Desative seu AdBlock para poder acessar o conteúdo gratuito. Disable your AdBlock.